SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Análise comparativa entre os níveis de depressão e ansiedade das doenças de maior mortalidade do país: doenças cardiovasculares e neoplasias.

Karine Corcione Turke, Natália D'Amore Marciano, Thais Vidal Salles, Livia Restani dos Santos, Miguel Moretti, Carla Baister Lantieri, João Fernando Monteiro Ferreira, Antonio Carlos Palandri Chagas
Faculdade de Medicina do ABC - Santo André - SP - Brasil

INTRODUÇÃO: As duas doenças com maior mortalidade e maior Anos de vida perdidos ajustados por incapacidade (DALY) são as doenças cardiovasculares e as neoplasias. Nos pacientes pordadores dessas doenças, há uma alta prevalência de ansiedade e depressão, que podem mitigar a adesão ao tratamento. Por outro lado, a espiritualidade pode ser uma ferramenta de enfrentamento. O objetivo desse estudo é realizar uma análise comparativa entre os níveis de depressão, ansiedade e espiritualidade entre esses pacientes.

 

MÉTODOS: Estudo observacional, transversal e analítico. Foram avaliados os níveis de depressão e ansiedade dos grupos de pacientes oncológicos e com doenças cardiovasculares através do questionário Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS). Para avaliação da espiritualidade, foi aplicado o questionário Religiosidade, espiritualidade e crenças pessoais da Organização Mundial da Saúde (SRPB-WHO). As variáveis qualitativas foram descritas por frequência e porcentagem, e as quantitativas por média e desvio padrão. Foi feita análise univariada por meio do Teste de T ou Wilcoxon e correlações pelo teste de Pearson ou Spearmana depender da normalidade, avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk. Foi realizada análise multivariada pelo método de Stepwise-Regression, tendo como critério de inclusão p<0.2 e significância estatística p<0.05. Estudo aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa CAAE 37119120.7.0000.0082. 

 

RESULTADOS: Foram incluídos 144 pacientes com neoplasia e 65 pacientes com doença cardiovascular, totalizando 209 pacientes, sendo 55% do sexo feminino e  média de idade de 58 anos. Foram observados maiores níveis de depressão e ansiedade nos pacientes oncológicos em relação aos pacientes com doença cardiovascular. A relação foi independente, se confirmando após análise multivariada avaliando possíveis fatores de confusão (p=0.018). Ao avaliar isoladamente o escore de depressão, a diferença foi maior (p<0.001). O mesmo não foi observado para os níveis de ansiedade isoladamente e espiritualidade, sem significância estatística. 

 

DISCUSSÃO: Por conta de fatores estigmatizantes e maiores índices de letalidade, a doença neoplásica pode contribuir de forma independente com níveis mais elevados de depressão quando comparados com a doença cardiovascular. É essencial uma atenção integral e multiprofissional direcionada a esses dois grupos de pacientes.

 

CONCLUSÃO: Os pacientes oncológicos apresentaram níveis mais elevados de depressão quando comparados aos pacientes com doença cardiovascular.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021