SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Correlação entre variáveis metabólica, ventilatória, cardiovascular e carga do TECP com sinais biológicos de um sistema wearable durante as AVDs

Sanches, Giovana Lissa Alexandre, Frade, Maria Cecília Moraes, Beltrame, Thomas, Gois, Mariana de Oliveira, Moura-Tonello, Silvia Cristina Garcia, Petronilho, Ariane, Catai, Aparecida Maria
UFSCar - São Carlos - SP - Brasil

Introdução: O estudo de wearables como ferramentas de avaliação da saúde cresceu exponencialmente nos últimos anos. Devido aos avanços tecnológicos e melhor entendimento da complexidade da biologia humana, resultados promissores têm sido obtidos, principalmente nas áreas de atividade física e saúde cardiorrespiratória. Nesse estudo buscou-se correlacionar as variáveis obtidas no teste de exercício cardiopulmonar (TECP) com sinais biológicos e ambientais durante as atividades de vida diária (AVDs) por meio de wearables em uma população de amplo espectro de potência aeróbia. Hipotetizamos que há uma correlação positiva e que os wearables podem ser uma alternativa aos testes laboratoriais. Métodos: Foram avaliados 43 indivíduos (32 homens, 11 mulheres, 39.9±15.7 anos, 75.41±12.96 kg, 1.74±0.09m e 24.84±3.09kg/m²) por meio do TECP, realizado em cicloergômetro (Corival V3, Lode BV, The Netherlands) de membros inferiores, com carga incremental de 18.7±5.1W/min. Foram analisadas as variáveis: consumo de oxigênio (VO2 ml/kg/min), ventilação minuto (VE l/min) mensuradas por um sistema de análise de gases expirados (Vmax29, Sensor Medics, Yorba Linda, CA, USA); frequência cardíaca (FC bpm) e carga (W watts). Posteriormente, os participantes utilizaram durante 7 dias, por pelo menos 8 horas por dia, durante suas AVDs, uma camiseta inteligente (Hexoskin, Montreal, CA). Essa possui três sensores embarcados: cardíaco (ECG), respiratório (cintas torácica e abdominal) e atividade (acelerômetro triaxial), a partir desses foram mensuradas a FC, VE, cadência e aceleração do quadril (Cad e Acc), durante o período de atividade. Análise estatística: Os dados foram apresentados em média e desvio padrão e as correlações foram verificadas pelo teste de Pearson. Resultados: Houve forte a baixa correlação entre o VO2 ea Cad pico e Acc ativo; entre a W e a Cad pico e a Acc ativo; entre a FC do TECP e a FC ativo; e entre a VE TECP e a VE ativo, como ilustra a Figura 1. Conclusão: De acordo com o hipotetizado, as variáveis metabólica, ventilatória, trabalho e cardiovascular durante o TECP se correlacionam com os dados biológicos e ambientais do wearable. Logo, infere-se que os wearables podem ser utilizados para o acompanhamento da saúde cardiorrespiratória, bem como estímulo à prática de atividade física. Apoio financeiro: Proc FAPESP: 2020/01364-0; 2016/22215-7.

Figura 1. Correlação entre as variáveis obtidas pelo TECP e no sistema wearable. R: correlação de Pearsonp: nível de significância.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021