SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Avaliação clínica e angiográfica de pacientes com isquemia circunferencial encaminhados ao cateterismo cardíaco de emergência

Mello, PLH, Carvalho, VN, Reyes, ACR, Barrese, BF, Cogo, BR, Nascimento, CILL, Balthazar, YF, Moraes, PIM, Gonçalves Junior, I, Barbosa, AHP
UNIFESP - Univers. Federal de São Paulo - São Paulo - SP - Brasil

Introdução: A isquemia circunferencial (IQCF) é definida por um quadro clínico anginoso associado a infradesnível de ST em seis ou mais derivações e supradesnível de ST em AVR.  Frequentemente indica isquemia subendocárdica difusa e relaciona-se com lesões obstrutivas de tronco de coronária esquerda (TCE). Objetivo: Analisar as características clínicas e angiográficas em uma série de casos de IQCF. Métodos e resultados: No período de janeiro de 2016 até março de 2021, foram atendidos 283 pacientes consecutivos em um hospital terciário de porta aberta, com quadro clínico-eletrocardiográfico compatível com infarto agudo do miocárdio com supradesnível do segmento ST (IAMCSSST) ou equivalente, sendo encaminhados ao cateterismo cardíaco de emergência. Sete pacientes (2,5% do total) apresentavam padrão de IQCF, com idade média de 68,5 anos. Os fatores de risco cardiovasculares mais encontrados foram hipertensão arterial em 85% dos casos, diabetes mellitus tipo 2, tabagismo e doença renal crônica em 28% e fibrilação atrial crônica em 1 dos casos (14%). Com relação aos achados angiográficos, 6 pacientes (85,7%) tinham lesões obstrutivas multiarteriais e apenas 1 paciente apresentou lesão obstrutiva única em artéria descendente anterior (ADA) no seu terço proximal. Dentre os multiarteriais, 4 pacientes apresentavam lesões obstrutivas graves de TCE, entre os quais 3 pacientes foram submetidos a angioplastia de TCE e 1 foi encaminhado para cirurgia cardíaca. Entre os outros dois pacientes multiarteriais sem lesão de TCE, um fez angioplastia primária na artéria circunflexa e outro foi optado por tratamento conservador. Com relação aos desfechos, 3 (42,9%) deles evoluíram com óbito, sendo que 1 ocorreu durante o cateterismo cardíaco, 1 após a cirurgia cardíaca e outro durante a internação, todos tinham em comum lesão obstrutiva grave no TCE. Conclusão: Nesta série de casos de pacientes com padrão clínico-eletrocardiográfico sugestivo de IQCF encaminhados ao cateterismo cardíaco de emergência em hospital terciário, todos apresentaram lesões coronarianas obstrutivas, sendo frequente o acometimento multiarterial e de TCE, com elevada taxa de mortalidade hospitalar.

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021