SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Análise da dimensão fractal no coração de ratos submetidos a diferentes doses de exposição crônica oral ao herbicida à base de glifosato

Larissa Ferreira Rós, Cristiane Pontes Teodozio, Alessandra Gomes Duarte Rodrigues, Raissa Oliveira Mantovani, Renata Calciolari Rossi, Francis Lopes Pacagnelli
Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE - Presidente Prudente - São Paulo - Brasil

Introdução: Herbicidas à base de glifosato, são muito utilizados no controle de ervas daninhas anuais e perenes, em culturas de arroz, cana-de-açúcar, café, citros, maçã, milho, pastagens, soja, entre outros e apresenta um consumo de 60% no mercado mundial de herbicidas nessa classe de produto. O uso deste herbicida vem aumentando cada vez mais e existem poucos estudos que avaliem o impacto do glifosato no coração. A análise da dimensão fractal é um método que quantifica a desorganização tecidual e celular e caracteriza estruturas complexas e está sendo utilizada para análise cardíaca. Objetivo: Analisar por meio da dimensão fractal o coração de ratos expostos ao herbicida glifosato. Métodos: Foram utilizados 30 ratos Wistar adultos machos (300-450 gramas), divididos em 3 grupos: Grupo controle oral (CT, n=10): receberam dieta padrão nebulizada com solução contendo 10 ml de água destilada; grupo de baixa concentração oral (GB, n=10): receberam dieta padrão nebulizada com o herbicida, sendo 3,71 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha) e grupo de alta concentração oral (GA, n=10): receberam dieta padrão nebulizada com o herbicida, sendo 9,28 x 10-3 gramas de ingrediente ativo por hectare (g.i.a/ha). Após um período de exposição de 180 dias, 5 vezes por semana os ratos foram eutanasiados e parte do ventrículo esquerdo foi coradas por hematoxilina e eosina para a análise da dimensão fractal por meio do método de box-counting. Para avaliar a normalidade foi utilizado o teste de Shapiro Wilk, para comparação dos dados paramétricos foi utilizado ANOVA seguido de Tukey e para dados não paramétricos Kruskall Wallis seguido de Dunn (p<0,05). Resultados: Não houve alteração na dimensão fractal entre os grupos avaliados (CT= 1,78 ± 0,09; GB= 1,65 (1,8-1,5); GA= 1,65 ± 0,16, p>0,05). Conclusão: A exposição crônica oral do glifosato simulando a aplicação ambiental alimentar não promoveu alterações na dimensão fractal do coração de ratos demonstrando ausência de alterações nucleares e morfológicas dos cardiomiócitos.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021