SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

EVIDÊNCIAS DE VALIDADE DE MENSAGENS PARA PROMOÇÃO DA ADESÃO MEDICAMENTOSA EM PACIENTES COM DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA

Luize Maximo e Melo, Pedro Antonio Gomes Carvalho, Vinícius Batista Santos, Juliana de Lima Lopes
UNIFESP - Univers. Federal de São Paulo - São Paulo - SP - Brasil

Introdução: Para o controle e redução das taxas de morbimortalidade da Doença Arterial Coronariana (DAC), é necessária a implementação de mudanças de estilo de vida e melhoria de acesso aos serviços de saúde para seguimento da terapia farmacológica e não farmacológica. A eficiência da terapia é influenciada pela adesão do paciente ao regime de tratamento. Estudos mostraram que o acompanhamento em saúde por serviços de telefonia móvel em combinação com o cuidado habitual pode promover maior acessibilidade do paciente ao profissional de saúde, fornecendo uma via de comunicação aberta e pode ser uma ferramenta para a expansão do acesso aos cuidados em saúde e redução das barreiras geográficas. Objetivo: Avaliar as evidências de validade de mensagens para telefones móveis sobre adesão medicamentosa para pacientes com DAC. Método: Trata-se de um estudo metodológico em que foram elaboradas mensagens ilustrativas com base em uma revisão integrativa de literatura para envio via telefones móveis. Após a elaboração, as mensagens foram submetidas à validação de conteúdo e face por um grupo de especialistas (enfermeiros, médicos, farmacêuticos, linguista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta e nutricionista). Foram consideradas válidas as mensagens que apresentaram valores de concordância superiores a 0,80 pelo Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC). Este estudo foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa (nº 3.950.185). Resultado: Foram elaboradas 29 mensagens com conteúdos e ilustrações sobre esquemas terapêuticos complexos e sua duração, custos e aquisição dos medicamentos, mudanças de hábitos, percepção e conhecimento da doença, efeitos indesejáveis e ausência de sintomas. Após sua elaboração, 23 profissionais validaram o conteúdo das mensagens e o CVC foi de 0,96. Posteriormente, um ilustrador profissional desenhou as figuras e os mesmos profissionais validaram a face das mensagens com CVC de 0,97. Conclusão: As mensagens elaboradas apresentaram adequadas evidências de validade de conteúdo e de face após avaliação dos especialistas, necessitando ser testado em posteriores estudos com os pacientes.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021