SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Comparação entre choque cardiogênico devido à falência ventricular esquerda e direita em pacientes com infarto agudo do miocárdio

MARCHI DCD, LEAO CI, ROCHA NM, TEIXEIRA PS, MELLO PLH, CARVALHO VN, BARBOSA A, GONÇALVES JUNIOR I, CAIXETA A, MORAES PIM
UNIFESP - Univers. Federal de São Paulo - São Paulo - SP - Brasil

Introdução: Apesar das atuais estratégias de revascularização miocárdica, pacientes com infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST (IAMCSST) complicado por choque cardiogênico ainda têm um mau prognóstico. Objetivo: Comparar as características dos pacientes com IAMCSST que evoluíram em três grupos: choque cardiogênico de ventrículo esquerdo (CVE), choque cardiogênico de ventrículo direito (CVD) e grupo não complicado por choque (GNC). Métodos: Entre março 2010 e setembro 2020, foram analisados 2.710 pacientes consecutivos com IAMCSST, submetidos à fibrinólise (97% com tenecteplase) em hospitais secundários e transferidos sistematicamente ao centro terciário para realização de cateterismo cardíaco e angioplastia se necessário, conforme a estratégia fármaco-invasiva. Variáveis numéricas foram expressas em média e desvio padrão e comparadas entre os grupos pelo teste de ANOVA com post-hoc de Dunnett e as categóricas comparadas pelo teste qui-quadrado. Resultados: 124 (4,6%) pacientes evoluíram com CVD, 241 (8,9%) com CVE e 2345 (86,5%) não complicados. Em comparação ao GNC, ambos os perfis de CVD e CVE foram associados a maior necessidade de angioplastia de resgate pós fibrinólise, menores taxas de filtração glomerular (TFG) na admissão e maiores taxas de mortalidade hospitalar (GNC 1,4% x CVD 14,5% x CVE 41,1%; p<0,01). As características clínicas são resumidas na tabela a seguir. Conclusão: Em pacientes com IAMCSST tratados pela estratégia fármaco-invasiva, CVD quanto CVE foram associados a maior morbimortalidade.

Variável

 

Medidas

Comparação ao GNC

Idade (anos)

GNC

57,8 (± 11,1)

 

CVD

59,9 (± 10,1)

p=0,085

CVE

61,6 (± 12,2)

p<0,001

Sexo feminino (%)

GNC

29,1

 

CVD

39,5

p=0,014

CVE

34,9

p=0,054

Diabetes (%)

GNC

29,7

 

CVD

33,1

p=0,32

CVE

41,5

p<0,001

Dor-agulha (minutos)

GNC

245,3 (± 141,7)

 

CVD

238,4 (± 146,1)

p=0,84

CVE

259,7 (± 154,7)

p<0,001

TFG (ml/min) 

GNC

94,3 (± 34,9)

 

CVD

81,0 (± 36,3)

p<0,001

CVE

68,7 (± 35,6)

p<0,001

Angioplastia de resgate pós fibrinólise (%)

GNC

25,8

 

CVD

52,4

p<0,001

CVE

77,2

p<0,001

Fração de Ejeção (%)

GNC

49,3 (± 10,6)

 

CVD

49,3 (± 10,1)

p=1,0

CVE

39,0 (± 11,1)

p<0,001

Dias de internação 

GNC

5,22 (± 6,9)

 

CVD

7,43 (± 8,8)

p=0,004

CVE

11,29 (± 12,6)

p<0,001

Troponina (pg/ml)

GNC

6276,7 (± 7220)

 

CVD

5956,24 (± 8446)

p=0,87

CVE

9610,61 (± 10692)

p<0,001

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021