SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Aneurisma do tronco da artéria pulmonar e ramos com compressão do tronco da artéria coronária esquerda: Relato de caso

Rodrigo Pinheiro Lanna, Francisco Rezende Silveira, Carlos Henrique Garcez de Carvalho, Eularino Crisóstomo Pataro Teixeira, Pedro Fonseca Abdo Rocha, Matheus Martins Lanna, Marina Nasser Santiago
Hospital Semper - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil

 

Introdução: O aneurisma da artéria pulmonar é uma patologia rara. Geralmente assintomática, o diagnóstico é feito por métodos de imagem ou por autópsias. A consequente compressão da artéria coronária esquerda é tão rara quanto o aneurisma e já foi correlacionada na literatura com arritmias e morte subida. Métodos: Para o caso, foi realizado pesquisa no banco de dados dos sitrs Medline, Pubmed, além das plataformas pesquisas no UpToDate e Dynamed. Resultado: Paciente feminina,57 anos, portadora de obesidade, hipertensão arterial sistêmica, diabetes, síndrome da apneia obstrutiva do sono e estenose da valva pulmonar congênita. Relata quadro de precordialgia típica e piora da dispneia aos esforços habituais há 3 meses. Ao exame presença de sopro sistólico ejetivo III/VI em foco pulmonar, P2 hiperfonética. Rx de tórax revelou abaulamento justahilar em hemitórax esquerdo. Ecocardiograma transtorácico evidencia função sistólica do ventrículo esquerdo (VE) preservada, fração de ejeção de 60%; átrio esquerdo com volume 36 ml/m², hipertrofia leve e adaptada do VE; disfunção diastólica do VE grau I; dilatação importante do tronco da artéria pulmonar (diâmetro de 55 mm) e dos seus ramos; regurgitação pulmonar moderada. Cineangiocoronariografia com hipertensão pulmonar moderada; estenose valvar pulmonar moderada; VE com hipocinesia difusa; ventrículo direito (VD) com hipertrofia trabecular importante; coronárias isentas de obstrução. Tomografia de coronárias com dilatação importante do tronco da artéria pulmonar (52x54mm) do seu ramo direito (50x48mm) e discreta dilatação do ramo esquerdo da artéria pulmonar (24x32mm); tronco da artéria coronária esquerdabifurcado e com estreitamento luminal importante no seu terço médio por compressão extrínseca do tronco da artéria pulmonarRealizado então comissurotomia valvar pulmonar e correção do aneurisma da artéria pulmonar. Houve necessidade de nova intervenção invasiva, com realização de estudo hemodinâmico e abordagem percutânea da valva pulmonar (com implante de stent) devido a persistência da estenose da artéria pulmonar. A paciente obteve boa evolução no pós-operatório, com melhora da dispneia e precordialgia.Conclusão: A compressão extrínseca da artéria coronária esquerda devido à aneurisma da artéria pulmonar é uma síndrome rara que pode evoluir com precordialgia típica, isquemia do ventrículo esquerdo, arritmia e morte súbita. Indica-se tratamento para os pacientes sintomáticos. As opções descritas são correção cirúrgica da dilatação, tromboendarterectomia pulmonar, cirurgia de bypass aortocoronário e stent. 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021