SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Rotura do seio de Valsalva secundário a endocardite cronificada

Marjorie Tamie Eto Candido Vieira, Fábio José Matheus, Kamal Yazbek Junior, Brenda Guimarães Fialho Oliveira, Carmen Cristina Hashida Conde, Juan Phillipe Vazquez Ribeiro , Rafael Martins Vasconcelos, Leysa Fernanda da Costa Medina, Karen Monteiro Misawa Gamboa, Rogerio Krakauer
SANTA CASA DE SÃO PAULO - São Paulo - SP - BRASIL

Paciente jovem, 28 anos, negro, natural da África do Sul, com história de cardiopatia desde infância sem documentação e sem seguimento médico. Admitido em nosso serviço com história de há 3 meses evoluindo com dispnéia aos esforços, edema de membros inferiores e perda ponderal importante 20 Kg em 6 meses. Nos exames admissionais eletrocardiograma com ritmo sinusal e sobrecarga de câmaras  direitas, tomografia de tórax com cardiomegalia importante e hepatoesplenomegalia. Submetido ao ecocardiograma com aumento das cavidades direitas, insuficiência tricúspide importante secundário a dilatação do anel, rotura de cordoalhas e ausência de coaptação dos folhetos, calcificação cronificada entre o folheto não coronariano e coronariano direito acompanhado de rotura do seio de Valsalva e comunicação com as câmaras direitas. Avaliação odontológica com necessidade de exodontia. Submetido à correção cirúrgica confirmando no intraoperatório  orifício do seio de valsalva direcionado para VD. Submetido a troca valvar tricúspide por prótese biológica, fechamento da fístula  com pericárdio bovino.

 

Este relato descreve um caso de um paciente jovem com rotura de seio de Valsalva secundário à endocardite crônica diagnosticado durante exame ecocardiográfico.

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021