SOCESP
10 a 12 de junho de 2021

Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Síndrome de ALCAPA -Diagnóstico pré atividade física em paciente assintomático de 24 anos.

MATHEUS BUENO DE MORAES, Jose Maria Sarmet Esteve, Bruno Pádua Barreo, Raimundo Furtado Alencar Junior, Thamires Laborda Alencar Silva, Rafael Otto Schneidewind, Rogério Ferrari Peron, Eider Soares Cardoso, Walter Moschella Junior
NOTRE DAME INTERMEDICA SAUDE S.A - SÃO PAULO - SÃO PAULO - BRASIL

Introdução: A origem anômala da artéria coronária esquerda a partir do tronco da artéria pulmonar é reconhecida por Síndrome ALCAPA. Trata-se de uma anomalia coronariana rara, na qual a artéria coronária esquerda apresenta origem anômala a partir da Artéria Pulmonar. A síndrome pode levar a cardiomegalia, insuficiência mitral e insuficiência cardíaca, ainda nos primeiros anos de vida. Em adultos, pode causar isquemia miocárdica, arritmias e morte súbita. Caso não tratada, cerca de 90% dos pacientes morrem nos primeiros 05 anos de vida. Método: Relato de um caso de síndrome de ALCAPA em paciente do sexo masculino, com 24 anos, assintomático, atendido na unidade de medicina preventiva do grupo NotreDame Intermédica por alterações dos exames cardiológicos realizados para avaliação de aptidão física para academia. Ao eletrocardiograma, paciente apresentou ritmo sinusal, sinais sugestivos de hipertrofia de ventrículo esquerdo e alterações de repolarização ventricular em parede lateral alta. No ecocardiograma transtorácico, paciente apresentou disfunção discreta do ventrículo esquerdo (VE) (fração de ejeção de 51%), átrio esquerdo com dilatação importante, acinesia em parede lateral de VE, sinais de hipertensão pulmonar. Angiotomografia de coronárias evidência origem anômala do tronco da coronária esquerda no tronco da artéria pulmonar, tronco pulmonar dilatado e aumento de câmaras esquerdas. Foi indicado para o paciente o tratamento cirúrgico. Realizado com sucesso o implante de artéria torácica interna esquerda para ramo da artéria descendente anterior, e fechamento da origem anômala. Discussão:Relatamos o caso de um paciente assintomático com alteração eletrocardiográfica na avaliação cardiológica para prática de atividade física. O eletrocardiograma alterado desencadeou a investigação complementar, que levou ao diagnóstico da Síndrome ALCAPA. A forma adulta da síndrome tende a ser assintomática, justificada pela formação de um sistema colateral entre as Artérias Coronária Direita e Coronária Esquerda com um mecanismo de compensação do volume do shunt em graus variáveis, porém pode haver descompensação dacirculação colateral, levando à isquemia miocárdica, arritmias graves e morte súbita.Conclusão:Este caso apresenta a importância do eletrocardiograma na avaliação cardiológica em pacientes com a intenção de prática de atividade física regular, mesmo em paciente assintomáticos. O eletrocardiograma impactou significantemente no prognóstico desse paciente, permitindo o diagnóstico precoce e o êxito do tratamento cirúrgico pela condição clínica favorável.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

41º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

10 à 12 de junho de 2021